Como acabar com o desgaste na hora de dormir?

Posted on


Muitas famílias sofrem a cada final de dia. Desde mães com bebês, até crianças de 6, 7 anos.

A sensação ao ouvir os relatos dos pais é a de que já estão exaustos e desejam um tempo sem crianças, mas já preveem dificuldades e desgaste. O que mais querem é que seus filhos durmam, mas esta é a última coisa que eles parecem querer fazer.

Sejamos solidários às mães: ser responsável em tempo integral pelo bem-estar dos pequenos e de si mesmas é realmente cansativo. Mesmo as mães que trabalham fora, ou as que contam com a ajuda de babás ou cuidadoras, se sentem responsáveis pelos filhos o tempo todo. Os pais, que em gerações passadas não se envolviam no dia-a-dia dos filhos, também estão mais sensíveis, presentes e, consequentemente, sobrecarregados, cansados.

Mas, e as crianças? Será que estão apenas sendo teimosas por não quererem dormir? Será que estão apenas querendo aproveitar a presença do pai ou da mãe em casa? Ou será que ainda não se sentem seguras o suficiente para “desligarem” seus sentidos de vigília? Dormir significa parar de pensar, parar de enxergar, parar de ouvir, ficar só. Como entrar neste lugar em segurança?

Para pais e mães já exaustos uma má notícia: terão um pequeno trabalho extra. Pode parecer um trabalhão à princípio, mas compensa! Precisamos ajudar aos pequenos a reconhecerem seu quarto e sua cama como um lugar seguro, confortável, acolhedor. Precisamos ajudá-los a encontrarem dentro deles mesmos tranquilidade, auto-estima, confiança de que o dia seguinte vai chegar. Precisamos ajudá-los a compreender que o sono é necessário, reparador e bom.

A expressão “eu deito minha cabeça no travesseiro tranquila” nos ajuda a entender o que temos que favorecer para que eles durmam por prazer de descansar e não por exaustão. Não é por acaso que gerações e gerações ensinaram às crianças a rezar à noite. Fazer as pazes com o que fizemos de errado, desejar um bom sono e bons sonhos.

Quartinho arrumado, mantinha agradável, luzinha suave e um beijinho na testa… Quem resiste?

Precisamos colocar nossas crianças para dormir, não esperar com eles até que durmam ou mandá-los para a cama.

_____________________________________________________________________________

Texto por Núcleo da Família – Clínica de Psicologia http://www.nucleodafamilia.com.br / Telefone: (11) 4872-2935 / e-mail: contato@nucleodafamilia.com.br / Endereço: Avenida Rouxinol, 60 – conjuntos 708/710 – Moema – São Paulo – SP / Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 7 às 21h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *