Nem parece que ela está grávida…

Posted on

Estamos tão acostumadas com grávidas enormes, com o andar modificado em razão do novo corpo e acariciando a barriga, que qualquer coisa que desvie deste padrão provoca críticas e desconfiança.

Algumas vezes a pressão para não engordar vem do próprio obstetra, já que uma parte dos médicos acredita que um ganho reduzido de peso beneficia a mãe, o bebê e facilita o parto e a recuperação.

Outras vezes, a própria mulher, ou seu companheiro, não consegue se identificar com este padrão de grávida que mostra orgulhosa sua condição de futura mãe. Talvez a gravidez coincida com um período de ascensão profissional e se entregar tão descaradamente a este papel possa ser constrangedor. Ou tem medo que as modificações do corpo sejam irreversíveis, ou está tão preocupada com o que faz bem ao bebê que se torna seletiva, ou sente enjôo, ou azia, ou tudo junto…

A verdade é que a construção da parentalidade, a transformação de filha para mãe, se dá ao longo de uma vida e de maneira absolutamente individual. E é única na gravidez de cada filho. As modificações do corpo são apenas uma pequena parte deste processo. Muito se passa internamente, sem que possamos ver. O tamanho da barriga nos diz muito pouco sobre a grávida e julgar a partir deste ponto de vista nos conduz a erros grosseiros.

Nem sempre o que nos parece estranho, porque não faríamos daquela forma, vai dar errado para a outra pessoa. Assim como algumas vezes nos surpreendemos com uma grávida que faria tudo como faríamos e se atrapalha após a nascimento do bebê, de uma forma que nunca imaginamos.

Ou seja, fique tranquila a respeito das escolhas alheias. Se a grávida em questão for uma amiga querida, pergunte se ela está bem e ofereça a ajuda que ela precisar.

A gravidez sempre traz emoções boas, mas também medos, dúvidas, ansiedade.

Aquela mulher que não tem uma barriga grande não está em melhores ou piores condições do que a outra que está barriguda.

Se você é a grávida que está com a barriga grande ou pequena demais – para os outros – relaxe! Agora ao menos você sabe que não é nada pessoal, a gravidez gera atenção, interesse e críticas.

Agora, se você está grávida e sabe que não está bem, procure ajuda profissional. É um carinho que toda grávida merece.

____________________________________________________________________________

Texto por Núcleo da Família – Clínica de Psicologia http://www.nucleodafamilia.com.br / Telefone: (11) 4872-2935 / e-mail: contato@nucleodafamilia.com.br / Endereço: Avenida Rouxinol, 60 – conjuntos 708/710 – Moema – São Paulo – SP / Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 7 às 21h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *