3 dicas para lidar com as birras

Posted on

É engano achar que a criança pequena faz birra porque quer controlar os adultos.

A birra é a mais pura expressão da impotência.

A criança de 1, 2 ou 3 anos convive diariamente com suas limitações e dependência. Ela sabe que pode muito pouco sem o apoio de um adulto. Ela se comunica mal, tem suas necessidades mal interpretadas com frequência.
Algumas vezes (ou muitas, dependendo do momento de vida ou de características pessoais), a criança julga que todo esse desgaste, choro, gritos, são o único caminho de satisfazer desejos. Desejos que ela não sabe comunicar ainda e que assumem a forma de um sorvete, um brinquedo, um cachorrinho novo. Mas muitas vezes querem dizer que se sentem perdidas, inúteis e sós.

Como lidar com a situacão?

Tanto para prevenir quanto para interromper as crises, alguns pontos são fundamentais:

1) Tentar conhecer a criança, suas características pessoais, gostos e necessidades. Permitir que a criança tome pequenas decisões quando possível. É uma pessoa que precisa ser respeitada para aprender a respeitar.

2) Ter regras claras, coerentes e consistentes, respeitadas pelos pais, babá, avós. Isso facilita muito o aprendizado da criança e mostra que não é uma queda de braço, que as regras existem.

3) Suportar a tristeza ou raiva da criança com firmeza e calma, porque devem saber, como adultos, que estão tomando decisões por amor e pelo bem da criança.
Não é fácil, mas cabe a nós esta dose extra de esperança, perspectiva e razão. Vale à pena!

______________________________________________________________________________

Texto por Núcleo da Família – Clínica de Psicologia http://www.nucleodafamilia.com.br / Telefone: (11) 4872-2935 / e-mail: contato@nucleodafamilia.com.br / Endereço: Avenida Rouxinol, 60 – conjuntos 708/710 – Moema – São Paulo – SP / Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 7 às 21h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *